agosto 26, 2010

“Eu to tão cansado dessa estrada com a lei que eu mesmo construi pra mostrar que o cotidiano tem algum sentido. “

Meu querido diário

Acho que todo esse eco vem daquela idéia que meu querido amigo Pedro me cantou um dia, lá no colégio, de que eu nao crio raízes. “Nós não somos pessoas de raízes, e por isso ficamos perambulando e perambulantes pelo mundo”. Mas ele está conseguindo, criou raízes fundas e tá cultivando elas com muito amor. Enquanto eu, as arranco de qualquer solo assim que começam a crescer. Continuo no mesmo lugar de sempre, não deixo as raízes se fincarem. Elas são perigosas. É assim que minha cabeça pensa …

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: