maio 28, 2010

“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.”
[Fernando Pessoa]

Por mais cansada que eu esteja de amar errado, de fazer amar errado e de cometer burradas sem proporções na minha vida e na dos outros, confesso estar maluca por uma nova e calma historia. Quero que chegue paciente dessa minha alma corrompida, estraçalhada e sofrida. Quero que chegue devagar pra não me assustar do sono que estou, pra me acordar devagarinho. Quero que chegue com decisão tomada de nao sair daqui enquanto não me conquistar inteira e pra sempre. Estou maluca por alguem que me leve ao limite do amor, e não deixe nunca de me proporcionar o frio na barriga do primeiro beijo. Sim, estou cansada de amar desse jeito torto que eu tenho, mas minha alma é grande demais e se  expande dentro de mim como me obrigando a querer tudo isso …

Eu sujiro um brinde ao amor, seja ele de qual tipo for!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: