abril 12, 2010

“Uma sensação de: o que é mesmo que se passa?”

Há tempos venho me sentindo perdida. Não aqui, ou ali, mas em todos os lugares. Onde estou não me importa mais. Se estou no meu trabalho às 23h, ou na casa da minha mãe numa quarta-feira, tanto faz. Sinto que não tenho um lugar que eu possa dizer que é meu, um lugar no mundo pra onde eu queira voltar todos os dias. Entao, sendo assim, tudo bem estar em qualquer lugar.

Expandindo o pensamento, não é só um lugar que me falta, sinto que não tenho mais nada. Nenhum beijo que seja meu, nenhum colo com meu cheiro, nenhum abraço me esperando à meia-noite. Não tenho mais melhor amiga dormindo com meu pijama, não tenho mais irma fazendo meu cabelo, nao tenho mais irmãos me tirando do sério. Sinto que perdi tudo isso ao longo desses últimos 21 meses nebulosos que eu passei.

Minha vontade de mudar tudo isso é nítida. A garota que viveu tudo isso enquanto meu verdadeiro “eu” estava de “férias” deixou tudo uma bagunça, e eu fico muito puta quando as coisas estão fora do lugar, sujas e desorganizadas.

Quero arrumar e limpar tudo isso antes que alguém chegue e veja tudo isso assim.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: