Observações de uma vida bem maluca …

abril 1, 2010

“No momento estou sozinha demais para pensar em amor, mas preciso me convencer de que isso vai passar, e estou aqui porque escolhi esse destino. A montanha-russa é a minha vida, a vida é um jogo forte e alucinante, a vida é lançar-se de pára-queda, é arriscar-se, cair e voltar a levantar-se, é alpinismo, é querer subir ao topo de si mesmo, e ficar insatisfeita e angustiada quando não se consegue.” (Paulo Coelho – Onze Minutos)

É mais ou menos esse tipo de pensamento que tem passado pela minha cabeça nos últimos tempos. Eu acabei de passar um momento conturbado, divertido, arriscado, triste e decisivo da minha vida. Fiz várias loucuras: arrisquei minha paz numa festa; entreguei meu coração a quem não podia me dar nada; tirei meu coração das mãos de quem queria me dar o céu; coloquei como prioridade algo diferente dos meus estudos e o pior absurdo de todos: perdi minha essência em algum dos muitos lugares por onde passei! Não sei se fui só eu, pois vejo meus amigos e percebo que todos sabem muito bem onde estão, por que estão, com quem estão. E eu não sei nada! Quero encontrar um motivo, um lugar, um chão onde eu possa pisar sem ter que tomar cuidado, não acho nenhum! Só flores com espinhos! Nenhum dia com sol! Nenhuma noite na praça! Nenhuma semana na praia! Só cascatas de canivetes! E o amor nisso tudo tem me soado como algo sem sentido, fora de cogitação. Arriscar de novo pra quê? Mas sei que é só uma fase … e vou tomar todo o cuidado pra essa fase passar logo!!!!

“Vivemos esperando dias melhores. Dias de paz. Dias a mais. Dias que não deixaremos para trás!”

Eu espero …

3 Respostas to “Observações de uma vida bem maluca …”

  1. (...) said

    A vida é feita de escolhas. A gente escolhe o que a gente quer viver e sentir, o que é melhor para gente. E nem sempre o que a gente acha ser o melhor é.
    As coisas não mudam enquanto a gente se fecha dentro de nós. Dizer “eu sou assim”, é o nosso maior erro.

  2. Dias que virão em breve, assim que eu voltar a frenquentar nossa casa. E, parafraseando a reticências acima, “dizer ‘eu sou assim’ é nosso maior erro.” E vc não é assim. Mesmo.
    Bjos!

  3. Rossana said

    acho que não preciso te dizer nada né…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: