Come piace a te …

abril 7, 2009

“Mas como ninguém pode viver de vontades impossíveis, logo entendeu que precisava prestar mais atenção ao que se passava a sua volta.”

[Paulo Coelho – Onze Minutos]

___________O.0___________

Muito triste pensar assim. Mas é a pura realidade. Ontem numa conversa maravilhosamente agradável com meu padrinho descobri várias coisas sobre mim mesma. Algumas dessas coisas ainda nao ficaram claras, mas estão aqui me incomodando, me pedindo para desvendá-las. Ontem me descobri pequena, frágil. Aquela fortaleza que muitos conhecem se foi num raio de segundo. Nao vacilei, não “deixei” as lágrimas rolarem, não me entreguei à esses sentimentos que existem dentro de mim, mas agora pelo menos eu sei que eles existem!

Tenho plano A, B e C para o final do meu ano. E nenhum deles depende só de mim. Ou melhor: eles dependem do meu esforço, do meu dinheiro e da minha vontade, mas outras pessoas podem fazer com que eles deêm errado. E apesar de achar injusto que outras pessoas não deixem meus planos se concretizarem, hoje na minha oração matinal de quase todo dia, eu fiz de novo a escolha de ajudar essas pessoas, e de deixar elas influenciarem na minha vida. Ruim se meus planos não derem certo no final do ano, mas muito pior se eu não tentar ajudar como posso, contribuir com o meu pouco para a vida delas poder ser melhor!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: