Mudei de URL. O conteúdo continua todo o mesmo … mas agora o endereço é:

http://www.thaianemoregola.wordpress.com

Sintam-se bem vindos …

Anúncios

Consequências …

maio 11, 2012

“Não dou mais bola ao que convém. Falar e fazer tudo do meu jeito é minha definição de felicidade. Nem o sucesso ou o dinheiro, se vierem, me servirão de estrago. Já faço uma certa questão de ser insuportável vez ou outra, tal uma estrada curta para reconhecer quem me gosta.” [ Gabito Nunes ] 

O tempo todo temos que escolher qual direção seguir, e pra cada caminho há uma consequência. Estou aqui escolhendo meus caminhos, e sofrendo minhas consequências. E sendo feliz por poder fazê-las! É pesado o fardo de ser eu mesma, não tenho tido noites tranquilas de sono, tão pouco meus dias tem sido tranquilos. Tenho sentido falta de pessoas, de cores, de poemas e de momentos ímpares. Por outro lado, sei que estou passando por uma transição importante, que eu não sei exatamente aonde vai dar, mas estou fazendo as minhas escolhas, uma a uma, pra quando chegar lá na frente eu saber que conduzi a minha vida nessa valsa! 

Vou concordar sempre com a ideia de que é muito bom poder olhar pra trás e ADMIRAR a vida que soubemos fazer! 

E se …

abril 4, 2012

“Pra ninguém, você pergunta se ele também pensa em você. Sem resposta, mas claro que sim. Com sombras de dúvida. Ninguém apaga tudo assim. Ele também ouve “Fix You” com o olhar triste no céu escuro da varanda. Claro que ouve. Aí você começa a desconfiar que ele poderia ter sido o cara legal da sua vida.” [Gabito Nunes]

Eu sempre desconfiei disso. Que ele podia pegar todo o potencial incrível que a genética, a criação dos pais e o dom artistico deram pra ele e ser o cara legal da minha vida. Quando olhos nossas fotos, lembro das nossas histórias, das risadas, das imitações idiotas, das danças ridículas, e de tantas outras babaquices que só fazemos quando amamos – quando lembro disso tudo quase me traio, quase desisto e volto correndo, sem saber ao certo se a porta ainda está aberta pra mim. 

Eu penso sempre no quanto podíamos ter sido perfeitos não fosse essa minha ânsia de ser feliz o tempo todo, não fosse a mania dele de permanecer triste. Ou vice versa, sempre nos colocando do lado oposto da vontade do outro. E também tinha o desespero de ir contra qualquer coisa que afastasse um pouquinho eu dele, ou qualquer coisa que tirasse os olhos dele de mim … 

Muitas coisas nos afastaram enquanto dormíamos juntos todos os dias. Muitas coisas nos tiraram o chão enquanto estávamos olhando para cima. E agora estamos assim, tentando nos recompor de um furacão que passou levando tudo que tínhamos construído. 

Boa sorte na sua caminhada. Eu estou tentando trilhar a minha, sem parar pra pensar muito no “e se”, que ainda me engasga tanto!

Coleção …

abril 3, 2012

Fico tentando imaginar se um dia tudo isso vai ser um monte de lembranças. Se as suas coisas guardadas numa caixinha especial, um dia vão se misturar com as outras tantas.Esse monte de tentativas e excesso de dependência acumulada não nos fizeram bem. Percebo que hoje somos uma coleção de histórias bonitas, outras nem tanto e cicatrizes vagando por aí, implorando socorro por um pouco de paz. Me machuca pensar que não demos certo, que eu falhei, que acabou. 

Estou apenas querendo dizer que vou esperar, sem o menor esforço, o dia que tudo isso for uma bela história pra contar. O dia em que ela não mais doer em mim ou em você, desse jeito que rasga a pele, os sentimentos e o que estiver no caminho. 

Enquanto esse dia não chega, estou aqui vivendo minha vida um dia de cada vez, aproveitando os momentos e pensando em você!

A única certeza …

abril 2, 2012

O que seria de nós se você soubesse de mim?

Penso em você e é impossível não abrir um sorriso que ninguém precisa ver, a felicidade que você me causa começa por dentro, e me preenche inteira, como se você fosse aquela luz de sol num fim de tarde maravilhoso. É essa a sensação que eu tenho, é essa paz que você me traz, daquele calor gostoso do sol no fim da tarde, com o céu laranja e o relógio do mundo parado. 

Fico me perguntando quanto tempo ainda vou esperar pra me arriscar. Quantas vezes vou te ver e ainda não ser sua. Leio em todos os lugares cartazes me dizendo para aproveitar o momento, que o amanhã pode não chegar, para dizer a quem eu amo o que eu sinto, e tudo que eu consigo sentir e pensar é que ainda não é o momento. “E eu dizia ainda é cedo”. 

Quando será? Como será? Mais dois ou dez anos? 

São perguntas que eu não consigo responder, mas sei o que devo fazer. Apenas esperar. Se a vida me deu você, se ela me apresentou você pra ser o homem da minha vida, eu só posso ser muito grata por isso, e esperar o nosso momento chegar! 

Você me faz querer ser alguém melhor todos os dias, por mim, por você e por toda a vida que nos espera! 

 

A gente pode se enganar com o estado de espirito das pessoas ao nosso redor, mas não com o nosso. É preciso sempre dar um passo, ou vários, para tentar ser feliz. E atingindo esse estado de felicidade tão desejado, é preciso algum esforço para manter a chama acesa! 

Depois de algum tempo tentando, eu começo a sentir arder em mim algum tipo de calor parecido com felicidade, e me pego sorrindo durante o dia como há muito não fazia! É preciso determinação e coragem para continuar abanando essa brasa até que o fogo pegue de vez! 

É preciso certeza!

 

Tá, mas e agora?

março 19, 2012

“Vou perder o pavor de me desapegar do isolamento que me cai tão bem. Um dia o peito desenferruja e a gente abre a mão pro que há de vir. Não agora. Não entendo a urgência. Eu, por exemplo, não tenho pressa, desde que seja logo. Vou levando assim, meio amargo, verdade, mas ainda chocolate.” [Gabito Nunes]

Guardando muita coisa na garganta e no coração! Uma hora explode! 

A morte

fevereiro 29, 2012

Talvez depois que eu morrer você sinta a minha falta e poste no seu facebook coisas bonitas ao meu respeito … Quem sabe!

Conselho de mãe …

fevereiro 27, 2012

Poucas vezes minha mãe estava errada na vida, e acredito que essa não é uma excessão!

E agora, ouço o que o meu coração (burro) está dizendo, ou ouço minha mãe?

#medodoqueháporvir

 

Bandeira branca …

fevereiro 19, 2012

“Te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis.” [C.F.A]

Como é difícil ser alguém importante pra alguém. Muitas vezes minha alma não consegue administrar isso e se perde. Assim como me perco quando tem alguém importante pra mim. Mas como somos importantes e  não queremos nos machucar, levanto minha bandeira branca. Paz!!

ESCOLHAS:

A partir de hoje, só o que for muito, muito leve, bonito e fácil. A grande maioria desiste. Eu, só estou abrindo mão. Concordo contigo, também aconteceu comigo: o meu coração partiu. Para outro lugar. – outro lugar

A REAL:

Você continua apto e aberto ao amor. A sede não seca. Se as coisas não aconteceram é porque não aconteceram. Pretensão sua achar que se fechou, que pode decidir, dirigir sua vida – voce nao se quebrou

EU:

Anda tão assustada com as pessoas, logo exausta de tudo, de juntar entulhos de construções mal-feitas. Não quer esperar mais nada da primavera. Nada de amores infinitos, laços presos, casórios, fusões, longas viagens, destinos imutáveis. 

Parece exagero, mas é que você, poxa vida, só você conseguiu pular o muro de dificuldades que levantei em volta de mim quando as palavras dor, saudade, ausência, falta e despedida fizeram de mim uma menina de lata. – Ficaí

Procura-se: terra fértil!

fevereiro 5, 2012

“(…) Me recordei rapidamente de todas as pessoas e coisas que perdi por ainda não estar preparada para elas, ou por ainda ter muita curiosidade de mundo e dificuldade em ser permanente…” [Tati Bernardi]

Eu não sou uma pessoa que simplesmente FICA. Não, eu não fico. Há tempos que sei que minhas raízes são curtas, que meus planos são pequenos e meu futuro está sempre logo ali, dobrando a esquina. Isso não parece ser legal, e eu garanto NÃO É! Mas é como eu sou, o que se há de fazer? Quando eu me percebo já estou andando pra longe de novo, quando olho pra trás eles já se cansaram de correr atrás de mim e estão voltando para suas vidas, onde eu nunca mais terei acesso novamente, por mais que um dia eu já tivesse ganhado a chave da porta da frente. É sempre assim. Um por um na minha vida se foi desse jeito. E quando eu sinto falta, já é mesmo tarde demais. 

É por mal? NÃO! Eu gosto de ser assim? NÃO! Então por que eu não mudo? NÃO CONSIGO, simples assim. Contrariando tudo, sou uma pessoa intensa, dessas que curte o começo das coisas e as emoções que causa um INICIO. Porém quando eu penso que não é preciso mais cerimônias, nem ligações diárias, nem convites, as pessoas pensam que eu não estou nem aí e se vão. Com todo direito de irem! 

É um grande mal entendido da vida, do meu jeito de ser e dessa merda de raiz que não cresce em solo nenhum! 

“O telefone tocou, foi engano!”

Acho que a parte mais dificil da solidão é não conseguir pensar em ninguém que pudesse preencher o vazio do momento. Estive nos últimos dias pensando na quantidade exorbitante de amigos dos quais eu me afastei nos últimos 5 anos, na quantidade de pessoas que me conquistaram e eu conquistei e depois: NUNCA MAIS. Pensei muito nisso e nas suas causas, e não cheguei a conclusão nenhuma! Sim, sei que sou avessa ao mundo. Que sempre preferi mil vezes uma tarde sozinha ouvindo musica, seguida de uma madrugada de leitura do que um churrasco com mil pessoas bebadas fora de si. Sei tambem que não estou nem perto de ser a pessoa mais legal desse mundo. Também estou longe da beleza ideal, e do que se pode considerar uma “mulher perfeita”. Mas sei lá, sinto que enquanto as pessoas melhoram a sua sociabilidade com o tempo, eu simplesmente levo a minha a zero! 

Hoje o que eu mais gostaria de fazer é ir embora. Cumprir o meu tão sonhado intercâmbio, ficar um tempo fora, quem sabe seis meses ou um ano. Deixar as coisas aqui acontecerem sem que eu exista para atrapalhá-las. Estou desejando me tornar uma vaga lembrança. Uma foto velha no fundo de uma caixa, sei la. 

Que o mundo gire, que o ano passe rápido, que os meus planos deem muito certo. E que todos possam ser felizes, apesar de mim! 

Vazio …

janeiro 24, 2012

Aquele mesmo! O de sempre! 

 

“São apenas mudanças. Nossas necessidades trocam o tempo todo, hoje carinho, amanhã sexo, depois dinheiro, romance, diversão, solidão, quietude ou merda qualquer. Quando vê a gente se perde. É só tudo perder o sentido e a gente se separa. É só a gente se separar pro sentido voltar. O brabo é toda hora ficar procurando uma nova canção que sirva pra nós.” [Gabito Nunes]

Sinto que as grandes mudanças, guerras, mortes, e coisas importantes são ocasionadas por coisas bem pequenas e insignificantes como uma pia com louça pra lavar!

Que as coisas mudem para melhor, pelo menos, já que a louça já está lavada!

Sem entender nada …

janeiro 20, 2012

Eu não sei bem por que essas coisas acontecem, mas o fato é que elas estão aí, acontecendo a torto e a direito! Eu me visto com aquela roupa que nem fica bem em mim, já foi bonita um dia e agora está desbotada, mas eu não consigo parar de usar, por hábito, costume, preguiça de procurar outra no armário, sei lá …
Tenho tanto medo do comodismo, da mesmisse que acabei me enfiando nessa de HABITO!!

Preciso sair dessa, mas como e por onde?

“Não há o que temer, só o que aproveitar!”

Disse isso ao Chico, que passa um momento dificil por esses dias. Disse e acredito nisso. E tenho acreditado cada vez mais mais, casa dia mais, cada momento mais!

A verdade é que até a morte do meu pai, eu vivia numa inércia de urgência da vida. Como se tudo tivesse prazo pra acontecer. O primeiro beijo, o primeiro namorado, o primeiro sexo, faculdade, e tudo o mais. Eu me contorcia e sofria com os planos que o mundo fazia pra mim. Meus irmãos sempre fizeram coisas que ninguém aprovava, mas hoje eles se encaixam nas estatísticas gerais. Eu não. Depois que meu pai faleceu minha vida entrou em transe. E tudo o que eu consigo ver são cenas passando em camera lenta na minha frente, enquanto eu aproveito pra tomar um café com um velho amigo pelo centro da cidade! Meu pai morreu pra ensinar muita coisa pra muita gente, e pra mim ele ensinou que não há amanhã que compense o hoje! 

Eu não preciso ter pressa, eu posso demorar o tempo que for entre sair do banho e vestir a minha roupa. Eu posso escolher a música que eu quiser, eu posso dançar do jeito mais esdruxulo. Posso fazer o que eu quiser, no tempo que eu quiser! 

Eu levo a vida como eu quiser, e não o contrário … 

 

 

dezembro 28, 2011

“Meu maior medo é sentir solidão mesmo bem acompanhado. Quando você ainda está procurando seu lugar e já deveria estar sentado sobre ele no exato instante em que alguma coisa dói. É a sensação de estar em busca que me conforta.” [Gabito Nunes]

Esses dias eu me senti com muitos anos a mais do que eu realmente tenho. Poderia protagonizar aqueles comerciais em que o locutor diz: “se apaixone todos os dias pela mesma pessoa”. Eu desejei já ter vivido todas as aventuras, todos os perigos, descobertas, que eu quero viver sem você, pra enfim poder ser inteira sua, pra sempre, sem intervalos comerciais. Não posso mentir, você sabe, eu ainda tenho muitos planos de garota, ainda tenho muitas viagens que preciso concretizar, ainda tem muita estrada pra caminhar sozinha até encontrar com a sua por ai. Eu ligo o som alto e canto com toda a força: “pára o mundo, que eu quero descer.”. É mais forte do que eu a vontade que eu tenho de sair fazendo bagunça descalça e sem dever nada pra ninguém. Mas também é mais forte do que eu o amor que eu sinto por você, a loucura que é ficar sem sentir seu cheiro, sem sentir sua pele. É mais forte que eu o ciúme que tenho dessas meninas que aparecem do nada, querendo pra elas o que o destino me deu. Não é certo que eu te garanta, então te deixo ir, solto como um pássaro. Você sempre volta. Eu sempre volto. Esses dias eu me senti muito boba, pois ouço de você o que muita mulher morre querendo ouvir de um homem. Sou muito sortuda mesmo. Esses dias eu me apaixonei de novo por você, e tive a sensação de que vamos nos esperar, nos respeitar e voltar a nos apaixonar muitas vezes!

A felicidade que eu quero ter do seu lado!

Estou realmente comovida com o jeito que você tem levado sua vida! Ok, você sempre teve esse lado social mais aguçado, seu pai sempre falava que você deveria fazer DIREITO na faculdade, que faria muito malandro chorar no tribunal caso virasse Juíza! Sempre visitou asilos, creches, sempre viu algo que poucas pessoas enxergam nessas coisas de solidariedade, compaixão, etc! Achei o máximo quando você decidiu fazer a faculdade de Serviço Social, tem muito a ver com você, no duro! Acho bem legal que você seja voluntária nessa ONG que você fala tanto.  Tá certo, quando você largou o emprego pra se dedicar mais a ela eu achei um tanto quanto extremista da sua parte, mas achei válido, pois você me mostrou que estava tudo sob controle, financeiramente eu quero dizer! Bom, o que eu quero realmente te dizer, é que eu acho muito legal que você esteja investindo na sua carreira, nos seus planos mais objetivos, que você esteja correndo atras de fazer o que você gosta, e eu te apoio nisso, pode contar comigo!

Mas ao mesmo tempo, eu percebo que falta alguma coisa ai né? Hoje a tarde a gente assistiu um filme juntas, dessas comédias românticas que você adora. E esses dias você tem lido bastante aquele livro com histórias de casais felizes! Eu tenho visto você escorregando por esses caminhos e rindo sozinha quando os mocinhos do filme se beijam! Fim de ano normalmente faz isso com as pessoas, faz com que elas fiquem mais carentes, sonhadoras, sei la, algo assim! Ai me veio a ideia de te escrever pedindo pra que você se atente um pouco à isso. Não quero atrapalhar seus planos, sua carreira, sua faculdade! Mas queria te aconselhar a investir um pouquinho em mim, sem pretensões, por favor não me julgue mal. É que as vezes eu acho que eu podia te ajudar a preencher esse vazio que as vezes te ataca, e eu podia dar um pouco de sentido nos seus domingos sem construção. E talvez eu pudesse arrumar alguém que traga novidades boas pra sua vida quando a sua estiver um pouco parada. E tem um monte de outras coisas que eu podia te ajudar a arrumar, como conhecer novos lugares, viajar, receber presentes inesperados, ser agarrada no meio da rua, receber ligações no meio do dia, mensagens com propostas malucas, enfim, essas coisas que você já não sabe o que significa! Bom, eu pensei que seria legal eu entrar em contato e me colocar à disposição. Caso você queira me tirar do castigo, e me colocar na ativa de novo, estamos aí! 

Beijos com saudades!